Prefeitura de Guarabira pagou R$ 9,5 mil para reformar escola que não existe há 40 anos

Sede da Prefeitura de Guarabira

A prefeitura de Guarabira empenhou e pagou recursos da educação para reformar uma escola inexistente. O empenho de número 0036501, disponível no sistema SAGRES do Tribunal de Contas do Estado, dá conta de que a prefeitura pagou R$ 9.526,50 mil para recuperação do Grupo Escolar Augusto Virgílio, localizado à Rua José Bonifácio, no Bairro do Juá.

De acordo com pessoas que residem no bairro a escola foi desativada nos anos 70, há pelo menos 40 anos. “Tenho 58 anos e estudei naquela escola quando era menino, ela não existe mais deve ter uns 40 anos”, disse um morador do bairro que não quis ser identificado.

A suposta obra foi feita na modalidade ‘sem licitação’. O valor foi empenhado no dia 06/07/2012 e pago no dia 11/07/2012 ao credor João Joaquim da Silva. O Grupo Escolar Augusto Virgílio funcionava nas imediações do Bar de Neco Rato, no Juá.

A reportagem do Portal25horas não conseguiu localizar a secretária de educação, Micheline Paulino para falar a respeito do assunto.

Veja detalhamento do empenho:

 

Detalhes do empenho