Vereador que agrediu a esposa por causa de pão queimado já está em liberdade

marcelo_vereador

Já está em liberdade o vereador eleito da cidade de Pilõezinhos, Marcelo Cavalcante de Sousa, conhecido popularmente por Marcelo de Beto (PMDB). Ele foi conduzido ao presídio na manhã desta quarta-feira (9), acusado de agredir a própria esposa depois de um desentendimento por causa pães queimados que foram colocados à venda na padaria de propriedade do casal.

A esposa de Marcelo acionou a Polícia Militar, relatou a agressão e ele foi inicialmente conduzido á delegacia, depois ao presídio, enquadrado na Lei Maria da Penha.

Nesta quarta, ele constituiu Dr. Antoniele para atuar em sua defesa, que conseguiu reverter o caso e colocar seu cliente em liberdade. O advogado argumentou em sua defesa que o delegado utilizou duplicidade de imputação, quando na verdade deveria arbitrar fiança e liberar o vereador.

Já solto, Marcelo procurou a imprensa, admitiu que brigou devido ao pão queimado, disse que cometeu excesso e pediu desculpas à esposa, aos familiares e aos seus amigos pelo episódio, prometendo não repetir a cena.